top of page

Big Data na Cadeia de Suprimentos – Agronegócio em pauta

Os sensores de RFID ( Identificação por Rádio Frequência) já fazem, desde 2003, um trabalho de monitoramento, oferecendo a localização dos caminhões que transportam alimento para todo os cantos do Brasil.

A novidade, agora, é que por meio do Big Data é possível acompanhar o transporte com mais precisão por meio dos sensores ILC (identificação, localização, condição) que monitoram não só a localização dos caminhões, mas também, as características físicas dos produtos do Agro.

Exposição a luz, temperatura, ângulo de inclinação, força gravitacional e até mesmo se a mercadoria foi aberta durante o trajeto são algumas das variáveis passíveis de monitoramento. Tudo isso em tempo real.

Essa tecnologia surge como alternativa interessante para reduzir o desperdício dos alimentos que de acordo com a FAO (Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura), mais de 800 milhões de pessoas passam fome no mundo, enquanto um terço dos alimentos produzidos são desperdiçados diariamente.


Tecnologia a favor do agro!




Gostou do conteúdo deste POST? Compartilhe!

Siga @porteiradomarketing e fique por dentro de mais assuntos do Agronegócio



Commenti


bottom of page